RecebimentosDevo receber pagamentos como programador do exterior como PF ou PJ?

Uma pergunta muito recorrente é como eu devo receber do exterior. Seria melhor Pessoa Física (PF) ou como Pessoa Jurídica (PJ)?

Por mais que por muitas vezes ouvimos que receber como PJ é melhor, isso ainda pode variar de acordo com alguns fatores. E para melhor elucidar este assunto - vamos explorar alguns pontos que podem contribuir para sua decisão.

O primeiro ponto a analisar é qual o valor e a frequência de recebimento.

Frequência de recebimento

A primeira característica que podemos analisar para decidir entre receber por trabalhar remotamente para o exterior por meio da pessoa física ou jurícia é a periodicidade de seus recebimentos. É comum prestarmos serviços esporádicos para o exterior. E este é o cenário que geralmente vale a pena legalizar o dinheiro no Brasil como PF.

De maneira simples, caso você já receba o teto tributável no Brasil e vai receber do exterior o equivalente a R$ 10 mil reais. Você pagará em torno de 27,5% sobre este valor - que deverá ser declarado utilizando Carne Leão. Você pode na declaração de imposto de renda do ano sequinte tentar deduzir um pouco de imposto. Mas de maneira geral, este seria o valor pago.